• Publicações
DESTAQUE

Amab Solidária entrega donativos de renda obtida em confraternização


Atualizado em 18/01/2019 21:06:10

A presidente da AMAB, juíza Elbia Araújo, e as juízas Maria Mercês e Maria Helena Lordello, coordenadoras do programa AMAB solidária, estiveram nesta sexta-feira (18) no projeto Aldeias Infantis SOS, em Lauro de Freitas. Elas realizaram a entrega de donativos que resultaram dos ingressos solidários do evento de confraternização da Associação. Foram recebidas pela coordenadora, Joilsa Barbosa Brito, e pelo gerente regional, Luiz Mendonça

Foram doados 50 quilos de leite em pó, 32 pacotes de fraldas, além de material de limpeza. A unidade cuida de crianças e adolescentes em vulnerabilidade e fortalece suas famílias e advoga pelo direito de viver em família e em comunidade.

A presidente da AMAB, Elbia Araújo, lembra que toda a criança e adolescente tem o direito a viver em uma família com proteção e afeto. “O trabalho desenvolvido pelas Aldeias SOS é muito digno e de grande importância, e merece o apoio tanto das organizações públicas e privadas como também da população”, afirmou.

A coordenadora Joilsa Brito lembra que muitas crianças e suas famílias sofrem com situação de vulnerabilidade, que as coloca em risco de serem separadas. Isto é gerado por fatores como pobreza, violência, desastres naturais e preconceito. O SOS, segundo ela, busca manter as famílias unidas, com projetos que desenvolvem competências emocionais, sociais e de geração de renda para a autossuficiência familiar e a proteção das crianças e adolescentes. A unidade de Lauro de Freitas conta com 13 casas-lares, mas poucas estão em funcionamento, em função de dificuldades financeiras. Hoje, conta apenas com a parceria da Prefeitura local. A entidade precisa de doações e apoio de empresas e do poder público.

A Children’s Villages SOS (Aldeias Infantis SOS) é uma organização humanitária global de promoção ao desenvolvimento social, que trabalha desde 1949 na defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes e jovens. A obra surgiu com o educador Hermann Gmeiner, em Imst, Áustria, com o objetivo inicial de acolher crianças órfãs, vítimas da II Guerra Mundial. Está no Brasil há mais de 50 anos, com 187 projetos em 27 localidades.

 

Para doar à entidade, clique AQUI


Últimas Notícias
Associação dos Magistrados da Bahia - Fórum Ruy
Barbosa, 4º andar, sala 413. Salvador, BA
Tel. 71 3320-6950