• Publicações
DESTAQUE

Projeto “Conhecendo a Magistratura” lotou auditório da Unime


Atualizado em 29/04/2019 18:36:54

A segunda edição do projeto “Conhecendo a Magistratura – Diálogos com a Sociedade” lotou a unidade da Universidade Unime em Lauro de Freitas, na manhã desta segunda-feira (29). Os estudantes de Direito da instituição puderam conhecer um pouco mais sobre as atividades dos magistrados. Participaram a presidente da AMAB, juíza Elbia Araújo, e os juízes Gilberto Bahia, Vinícius Simões e Leonardo Custódio, diretores da Associação. Eles foram recebidos pelo diretor da Unime, Cleber Fernandes; pela coordenadora do Curso, Lisla Arantes; e pelos professores Paulo Carneiro e Gustavo Checcucci.

O objetivo da ação, mais uma vez, foi promover um diálogo entre magistrados e os diversos públicos, visando ampliar a consciência acerca da importância da atividade judicante. A juíza Elbia Araújo abriu o encontro e citou detalhes do projeto. Ela apresentou dados relativos à magistratura baiana e destacou a importância da associação para a classe. Também falou sobre o lado humano dos juízes.

Leonardo Custódio provocou os estudantes com situações hipotéticas para mostrar o quanto é difícil, muitas vezes, tomar decisões, quando estas atingem a vida das pessoas. Ele ainda mostrou os passos de quem segue a carreira de magistrado. Em seguida, o juiz Vinícius Simões falou sobre o ingresso na magistratura e apresentou dicas para uma melhor preparação para concursos. Por último, o juiz Gilberto Bahia falou para os estudantes da necessidade de motivação e de ação por parte dos futuros bacharéis.

Ao final do encontro, os estudantes fizeram perguntas e falaram sobre o que acharam do projeto. Graziela Rocha, por exemplo, disse que depois das palestras se sentiu mais impulsionada a seguir a carreira de magistrada. Entre as questões, Matheus Tomaz perguntou a diferença entre as entrâncias da Justiça estadual e Julielen Mendes quis saber qual a decisão mais difícil que os magistrados haviam tomado ao longo da carreira. “Saio deste com mais entusiasmo e mais conhecimento sobre o trabalho do juiz, além de mais bagagem”, afirmou Érica Dayane. Uma cartilha, produzida pela AMAB, foi distribuída aos universitários.

 

 

 

 

 

 

 

 


Últimas Notícias
Associação dos Magistrados da Bahia - Fórum Ruy
Barbosa, 4º andar, sala 413. Salvador, BA
Tel. 71 3320-6950