Notícias

Ministro Humberto Martins recebe medalha da AMAB

O Corregedor Nacional de Justiça e Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Eustáquio Martins, recebeu da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB) a Medalha do Mérito Wilton de Oliveira e Souza, que leva o nome do primeiro presidente da entidade. O ato aconteceu durante a posse da nova diretoria da Associação, nesta última sexta-feira (7), no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa.

A medalha foi entregue, durante a solenidade, pelo diretor-geral da Escola de Magistrados da Bahia (EMAB), desembargador Nilson Castelo Branco, que é primo do homenageado. Trata-se da mais alta honraria concedida pela Associação a pessoas que, através de seu trabalho, deram contribuições expressivas para o Judiciário e para a magistratura.

Coube ao ex-presidente da entidade, juiz Freddy Pitta Lima, discursar em nome da AMAB. Ele destacou que o Ministro possui uma das mais profícuas carreiras da Justiça nacional, representando com muita competência o seu estado e também todo o Nordeste. “O ministro Humberto Martins é conhecido pelo seu zelo na atividade judicante, e fez de seu legado um exemplo de dignidade. Pertence a um grupo de homens de elevado espírito público, sempre humilde e sereno”, disse.

Freddy Pitta Lima ainda destacou que a intensa dedicação ao trabalho, pelo ministro é movida por uma energia que permanece desde quando jovem advogado até hoje. “Eis uma pessoa marcante pela acessibilidade e acolhimento, e está sempre aberto ao diálogo. É um apaixonado pelo Direito, e sabemos que é grande sua capacidade de indignação perante as injustiças”, citou.

Entre os atentos ao discurso estavam o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), desembargador Lourival Trindade; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), desembargador Jatahy Fonseca Júnior; a secretária-geral da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), juíza Juliana Marques; a presidente empossada da AMAB, juíza Nartir Weber; o presidente da secção Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), Fabrício Oliveira; além do desembargador Nilson Castelo Branco.

O ministro falou da sua forte relação com a Bahia, e lembrou que é cidadão baiano, cujo título foi concedido pela Assembleia Legislativa em 2014. Citou também a presença de muitos familiares no estado e ainda destacou grandes juristas, como Augusto Teixeira de Freitas, Ruy Barbosa, entre tantos outros. Lembrou também de grandes nomes da cultura, como Castro Alves, Jorge Amado, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Gal Costa.

O corregedor falou ainda da importância das associações de magistrados para o fortalecimento da classe e desejou sorte a nova presidente da AMAB, juíza Nartir Dantas Weber, a quem chamou de grande amiga. Ela atuou como juíza auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça até o ano passado, quando deixou o cargo para concorrer à presidência da AMAB.

Perfil – Formado em Direito pela Universidade Federal de Alagoas, em 1979, Humberto Martins iniciou sua carreira na advocacia, e foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no seu estado por dois mandatos. Exerceu atividades, também, no magistério, como professor da Universidade Federal de Alagoas e, no Poder Executivo, como procurador do Estado. Em 2002, foi nomeado desembargador do Tribunal de Justiça pelo quinto constitucional, tendo também servido ao Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, do qual foi vice-presidente. Em 2006, tornou-se ministro do Superior Tribunal de Justiça, e, em abril de 2018, assumiu a Corregedoria Nacional de Justiça, do CNJ.

 

 

Fotos: Laiza Ramos