Notícias

Ação sustentável do TJBA busca reduzir uso de plástico descartável

Uma iniciativa do Núcleo Socioambiental do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) busca reduzir o uso de plásticos descartável nas unidades, sobretudo de copos. Para isso, a Diretoria de Suprimento e Patrimônio (DSP) está distribuindo canecas sustentáveis e reutilizáveis aos magistrados e servidores das comarcas da capital e do interior, em mais uma ação visando a sustentabilidade. As entrega foram iniciadas no último dia 1º de junho, durante a Semana do Meio Ambiente.

A presidente da AMAB, juíza Nartir Weber, parabenizou a iniciativa. “São pequenas atitudes na nossa rotina que podem também contribuir na preservação do meio ambiente. Todos temos que contribuir neste processo de conscientização para que possamos realizar as mudanças em prol do planeta”, declarou. Ela ainda destacou o trabalho desenvolvido pelo Núcleo Socioambiental do TJBA, sob a coordenação da Desembargadora Maria de Fátima Silva Carvalho.

A distribuição segue um cronograma gradativo, elaborado pela DSP. A estratégia visa incentivar a substituição do uso de copos plásticos no Tribunal baiano, o que deve contribuir para os índices de desempenho de sustentabilidade da Corte.  As canecas possuem símbolos que remetem a práticas sustentáveis, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Possuem, também, um QR Code que possibilita aos usuários conhecerem melhor os ODS da Agenda 2030 da ONU.

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), a poluição causada por plástico cresceu de 2 milhões de toneladas, em 1950, para 348 milhões de toneladas, em 2017. No Brasil, em apenas um dia, mais de 30 mil toneladas de resíduos plásticos são descartadas, deste total, 3,9 mil toneladas são copos plásticos.