Notícias

Consumo Consciente contribui para uma sociedade mais sustenmtável

A construção de um futuro mais sustentável exige mudanças no nosso jeito de produzir, consumir e viver. É necessário, então, que todos assumam sua parte na adoção de práticas mais sustentáveis. Neste 15 de outubro, o Dia do Consumo Consciente busca despertar a consciência do público para os problemas sociais, econômicos, ambientais e políticos causados pelos padrões de produção e consumo excessivos e insustentáveis ora praticados. Consumo Consciente é consumir com menor impacto, sem excessos ou desperdícios, para que haja o suficiente para todos sempre. Na luta por um mundo melhor, a AMAB também apoia esta mobilização.

De acordo com o Instituto Akatu, que realiza ações para sensibilização, mobilização e engajamento da sociedade para o consumo consciente, vivemos em uma condição de insustentabilidade ambiental e social. Em um ano, o planeta consome 74% mais de recursos naturais do que é capaz de regenerar. Segundo a instituição, um ato de consumo consciente incorpora a reflexão antes, durante e depois de se fazer uma compra, no intuito de reduzir seus impactos negativos ao próprio indivíduo, à sociedade e ao meio ambiente.

O mundo vivencia um aumento da classe consumidora, sobretudo nas economias emergentes. A cada ano, mais de 70 milhões de pessoas entram no mercado global de consumo de massa. Até 2030, segundo o Akatu, este mercado deve crescer de 3,8 para 5,3 bilhões de pessoas.

 

Por que comprar?

Pergunte-se, antes da compra, se você realmente precisa do produto/serviço ou se está sendo estimulado por propagandas ou um impulso momentâneo. Pense ainda se em vez de comprar você pode fazer uma troca, reutilizar ou pegar emprestado.

O que comprar?

Para definir qual produto comprar, analise as opções disponíveis e escolha aquela cujas características realmente atendem às suas necessidades, e inclua atributos como qualidade, durabilidade e segurança.

Como comprar?

Vai pagar à vista ou a prazo? Se for a prazo, conseguirá pagar as prestações em dia? Caso você compre perto de casa, pode ir a pé ou de bicicleta? E como levar as compras, em sacolas plásticas, ecobags ou caixas de papelão? Essas questões são importantes para diminuir o impacto negativo do seu consumo.

De quem comprar?

Ao escolher a empresa fabricante do produto, busque fontes confiáveis para verificar as características da sua produção: se há cuidado no uso dos recursos naturais, como é o tratamento e a valorização dos funcionários e se a empresa contribui para o bem-estar da comunidade local.

Como usar?

Quando você decide levar o produto para casa, deve dar uma vida longa a ele. Tenha cuidado no seu uso, utilize-o até o final de sua vida útil e caso quebre, tente consertá-lo antes de comprar um novo.

Como descartar?

Se o produto não tem mais utilidade para você ele pode ser necessário para outra pessoa. Em alguns casos, é possível reformá-lo para dar um novo uso. Quando realmente é hora de descartar, faça de maneira correta, encaminhando o que for possível para a reciclagem.