Notícias

Desembargador Nilson Castelo Branco é eleito novo presidente do TJBA

O desembargador Nilson Castelo Branco foi eleito, nesta quarta-feira (17), novo presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) para um mandato de dois anos (2022/2023). Ele obteve a maioria dos votos – 31 – já na primeira votação. Seu principal concorrente, o desembargador Carlos Roberto Araújo, teve o apoio de 24 colegas. A escolha aconteceu por sistema remoto e eletrônico. A posse da nova mesa diretora deve acontecer no início de fevereiro de 2022.

Também foi eleita para a primeira vice-presidência a desembargadora Gardênia Duarte, com 30 votos; à segunda vice-presidência a desembargadora Márcia Borges, com 41 votos; à corregedoria geral o desembargador José Edivaldo Rotondano, com 30 votos; e à corregedoria do interior, com 33 votos, o desembargador Jatahy Fonseca Jr.

A presidente licenciada da Associação dos Magistrados da Bahia – AMAB, Nartir Weber, parabenizou todos os eleitos e destacou a lisura das eleições do Tribunal, e desejou sucesso à nova gestão liderada pelo desembargador Nilson Castelo Branco. Ela também destacou o trabalho do presidente Lourival Trindade pela condução serena da sessão.

O presidente em exercício da AMAB, Alberto Raimundo, também desejou sucesso à nova mesa diretora do Tribunal de Justiça e reafirmou a parceria da Associação na busca de um judiciário cada vez mais célere e eficiente, e que corresponda aos anseios de toda a sociedade.

Perfil – Nilson Soares Castelo Branco é natural de Salvador (BA) e formou-se em Direito pela Universidade Católica do Salvador (Ucsal), em 1979. No ano seguinte, concluiu o curso de especialização em Direito Público pela Universidade Salvador (Unifacs). Tem trabalhos escritos na área de Controle de Constitucionalidade, Sindicância no Processo Administrativo Disciplinar e Sanções Tributárias. Atuou no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-Ba e desenvolveu a atividade da advocacia na área de direito municipal, eleitoral e administrativo, além da docência. Ele foi nomeado desembargador no dia 25 de maio de 2010 e atualmente era diretor-geral da Unversidade Corporativa do TJBA (Unicorp). Também foi diretor da Escola de Magistrados da Bahia (EMAB) da AMAB.