Notícias

Eleições diretas nos TJs foi discutido entre associações e relator da proposta

A presidente da Associação Baiana dos Magistrados Brasileiros (AMAB), juíza Nartir Weber, participou, nesta última terça-feira (24/08), de reunião que tratou da Proposta de Emenda à Constituição nº 187/2012, que versa sobre as eleições diretas para os dirigentes dos tribunais brasileiros. O relator da PEC na Câmara dos Deputados, Evandro Roman (Patriota/PR), participou do debate, que também contou com a participação dirigentes da entidade nacional (AMB) e das outras associações filiadas.

O deputado Evandro Roman (Patriota/PR) expressou apoio ao pedido e aos argumentos apresentados e firmou compromisso com a magistratura. “É uma pauta extremamente justa. Compromisso assumido com vocês. A minha missão é entregar isso ao Plenário para votação”, garantiu o deputado. O apoio do relator reflete a relevância da atuação intensa e constante da AMB em prol da aprovação da PEC.

A PEC 187 chegou ao Congresso Nacional em junho de 2012, já passou pela Comissão Especial e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. No Plenário, precisa ser aprovada em dois turnos e depois segue para o Senado Federal.

A juíza Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), lembrou que o assunto nunca saiu da pauta de prioridades da carreira. “Não é só um pedido de papel. Nós vislumbramos que isso vai ser a grande virada no Poder Judiciário no atendimento à sociedade. Vocês serão responsáveis por um novo momento do Judiciário”, afirmou, dirigindo-se ao parlamentar.

A presidente da AMAB, Nartir Weber, falou da realidade na Bahia. Ela destacou o quanto será importante a participação dos magistrados no processo de escolha de presidente e vice-presidente nos tribunais.