Notícias

Juiz José Carlos Nascimento se aposenta após 29 anos de magistratura

O juiz José Carlos Rodrigues do Nascimento se aposentou após 29 anos de magistratura. Natural de Santo Estevão e aos 71 anos, o magistrado desempenhava sua função na Comarca de Juazeiro, onde atuava na Vara da Infância e Juventude.

Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Católica do Salvador (UCSal) e pós-graduado pela EMAB, ele entrou para a magistratura em 21 de dezembro de 1991, após aprovação em concurso público. Sua primeira comarca foi Uauá, onde permaneceu até julho de 1997. Passou por Jeremoabo e, em 1998, seguiu para Juazeiro, assumindo a 4ª Vara Cível e Comercial, onde ficou até abril de 2002, quando foi removido para a comarca de Jacobina, na 1ª Vara Cível e Comercial. Em 2007, foi promovido por merecimento para a capital, ocupando a 60ª Vara de Substituições.

Em Salvador, atuou em diversas varas, até ser convocado pelo então desembargador Antonio Pessoa Cardoso, em 2012, para auxiliá-lo na Corregedoria das Comarcas do Interior, onde permaneceu até 2015. Ainda em 2013, retornou para Juazeiro – também entrância final -, atuando na 1ª Vara Crime, e, a partir de 2016, na Vara da Infância e Juventude, exercendo a titularidade até a aposentadoria. Desde que ingressou na magistratura, em 1991, sempre exerceu a função de Juiz Eleitoral. Também presidiu a Comissão encarregada de elaboração do primeiro Código de Normas dos Serviços Notariais e Extrajudiciais do Estado da Bahia, que entrou em vigor em agosto de 2013.

“Durante todo o tempo em que exerci a magistratura e pelas comarcas por onde passei, sempre procurei atender a todas as pessoas que me procuraram buscando justiça, das mais humildes as mais privilegiadas pela sorte. Desde o primeiro dia que iniciei a minha função como juiz, assumi o compromisso comigo mesmo de agir e atuar como agente de pacificação dos conflitos sociais e como garantidor da solução das demandas de forma justa, efetiva e, absolutamente transparente e imparcial, encarando o exercício da atividade judicante como uma missão determinada pelo Criador a ser cumprida por mim na minha passagem por este mundo”, afirmou José Carlos Nascimento.

Ele foi agraciado com o título de cidadão outorgado pelas Câmaras de Vereadores de Uauá, Chorrochó, Abaré e Jacobina, além do título de Amigo da Policia Militar outorgado pelo Comando do 3º Batalhão da PM.

Ele diz ter a consciência tranquila e serena de que fez o possível. “De sorte que, nada tenho a reclamar, ao contrário, tenho muito a agradecer a Deus por me escolher para cumprir tão nobre missão, aos colegas magistrados, aos servidores e membros do Ministério Público com quem tive o privilégio de partilhar cada momento desses mais de 29 anos de atividade, aos profissionais do direito e aos jurisidicionados das diversas comarcas onde atuei pela tolerância e paciência na lida diária”, destacou

Agora, aposentado, pretende continuar morando em Juazeiro, porém dividindo o meu seu entre a cidade do Norte do estado e Salvador, onde também tem residência. “Quero aproveitar todo o tempo para descansar, viajar bastante e dedicar o máximo de tempo possível à leitura”, destacou.