Notícias

Juiz Rosalvo Augusto confirmado diretor-geral da EMAB

O juiz Rosalvo Augusto Vieira da Silva foi confirmado diretor-geral da Escola de Magistrados da Bahia – EMAB. Sua nomeação foi assinada, nesta segunda-feira (18), pela presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB), juíza Nartir Weber. O vice-diretor passa a ser o juiz Aberto Raimundo Gomes, também 1º vice-presidente da AMAB.

Até o presente, o juiz Rosalvo Vieira, que era vice-diretor da Escola, exercia interinamente a presidência, após a saída da Desembargadora Regina Helena Reis Ramos. É a segunda vez que ele dirige a EMAB, posto que já ocupou entre 2008 e 2009.

Formado em Direito na Universidade Católica do Salvador, Rosalvo Vieira é pós-graduado em Direito -Processo Civil pela Universidade Estácio de Sá (RJ); Direito Justiça e Cidadania – Estudos Avançados dos Fenômenos Jurídicos, pela Faculdade Mauricio de Nassau; e Direito de Estado, pela Faculdade Baiana de Direito. Entrou para Magistratura em 1990. Ele já foi vice-Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB (2010/2013) e membro da Mesa Diretora do FONAJ (2018 a 2020). Atualmente está na 5ª Turma Recursal dos Juizados Especiais da capital.

O juiz Aberto Raimundo Gomes dos Santos é graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (UCSal). Advogou durante 12 anos até entrar para a magistratura em 1989. Passou pelas comarcas de Mucugê, Seabra e Cachoeira. Em Salvador, ficou oito anos na 6ª Vara de Família, tendo sido presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM-BA). Atualmente é juiz substituto de segundo grau e também coordenador do projeto Pai Presente, do TJBA. Foi eleito 1º vice-presidente da AMAB para a gestão 2020/2022.

A EMAB, criada em 1982, tem como principal objetivo fomentar o estudo do Direito, promovendo a formação e o aprimoramento constantes dos magistrados baianos, além de proporcionar atualização para profissionais operadores do Direito, e cursos que visam preparar bacharéis para concursos públicos nas diversas áreas jurídicas. Estima-se que, nas quase quatro décadas de atuação, mais de 100 mil alunos já passaram pela Escola. Sua estrutura, no Jardim Baiano, conta com três auditórios climatizados, biblioteca digital, sala de depoimento especial, sala técnica e sala de audiência, além da estrutura administrativa.

Também fazem parte da direção a Desembargadora Joanice Guimarães, coordenadora Geral de Cursos; o Juiz Rodrigo Britto, coordenador Pedagógico – Cursos externos; e a Juíza Cristiane Menezes, coordenadora Pedagógica – Cursos internos.