Notícias

Juíza Nartir Weber assume a presidência da Associação dos Magistrados da Bahia

A juíza Nartir Dantas Weber tomou posse, nesta sexta-feira (7), como presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB). Ela retorna ao posto onde já esteve por dois mandatos, desta vez ao lado ao juiz Alberto Raimundo Gomes, 1º vice-presidente, e do juiz Luís Henrique Araújo, que será o 2º vice-presidente. Estiveram presentes o Corregedor Nacional de Justiça, ministro Humberto Martins; o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), desembargador Lourival Trindade; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), desembargador Jatahy Fonseca Júnior; o diretor-geral da Escola de Magistrados da Bahia (EMAB), desembargador Nilson Castelo Branco, a juíza Juliana Marques, secretária-geral da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), e o presidente da secção Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), Fabrício Oliveira, entre outras autoridades.

“Não basta irresignar-se, é necessário unir forças para construir um novo Judiciário na Bahia”, afirmou Nartir Weber, ao iniciar seu discurso de posse. Ela destacou que “os juízes, servidores do primeiro grau e a classe de advogados sofrem os percalços das dificuldades no andamento dos processos, que conhecem as dificuldades de funcionamento das unidades e comarcas e quem recebem as cobranças”.

A nova presidente da AMAB disse confiar no novo presidente do TJBA, desembargador Lourival Trindade. “Confio no seu senso de justiça, na sua honestidade e na sua competência, e sei que excessos serão reparados, em nome da moralidade e da governabilidade orçamentária e financeira do Tribunal”, declarou. A magistrada também pediu melhorias na estrutura do primeiro grau.

“Magistrados, busquemos ser nobres no julgamento e humildes no agir. Firmes na convicção, mas compreensivos com as dores dos outros. Puros na interpretação das leis, mas cientes das consequências dos nossos atos. Honremos a toga. Honremos a verdade”, afirmou Weber, ao dirigir-se aos colegas.

Já juíza Elbia Araújo, que presidiu a entre no biênio 2018/2019, fez um discurso de agradecimento, ao se despedir do cargo, e destacou que o diálogo foi a palavra que norteou sua gestão. “Percebendo o momento de adversidade, soubemos agir, ou mesmo recuar, dentro de uma estrema responsabilidade associativa”, afirmou

Conselhos – Também foram empossados na cerimônia os novos membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Associação. Os novos membros do Conselho Deliberativo são os juízes Cássio Miranda, Rogério Rossi, Gustavo Teles, Patrícia Didier, Hosser Araújo, Leonardo Albuquerque, Andréa Tourinho, Mariana Deiró e Oclei Silva, além dos suplentes Benedito Coelho e Janaína Lopes. Já no Conselho fiscal serão empossados os magistrados Cristiane Menezes, Renato dos Humildes, Valnei Mota, Ana Maria de Jesus e Rodolfo Barros, e os suplentes Paulo César Ribeiro e Michellini Bitencourt.

Homenagem – Na mesma solenidade, o Corregedor Nacional de Justiça e Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Eustáquio Martins, recebeu da AMAB a Medalha do Mérito Wilton de Oliveira e Souza. Trata-se da mais alta honraria concedida pela entidade a pessoas que, através de seu trabalho, deram contribuições expressivas para o Judiciário e para a magistratura. A comenda leva o nome do primeiro presidente da Associação.

Perfil – Nartir Dantas Weber, até então, era juíza auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça – órgão do CNJ -, cargo que assumiu em agosto de 2018. Saiu para concorrer à presidência da AMAB. Ela foi presidente da AMAB por dois mandatos consecutivos (2010/2011 e 2012/2013) e também vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). É graduada em Direito pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), pós-graduada em Ciências Criminais (EMAB), Direito Penal e Processual Penal (FBD) e Atividade Judicante (UFBA), e é Mestre em Segurança Pública e Direitos Humanos (UFBA). Tem 29 anos de magistratura, tendo passado pelas comarcas de Canarana, Aurelino Leal, Teixeira de Freitas e Camaçari. Foi promovida para a capital por merecimento no ano de 2000. Em Salvador, foi titular da 6ª Vara da Família, 2ª Vara de Tóxicos, 7ª Vara da Família e, atualmente, é Juíza Substituta de 2º Grau do Tribunal de Justiça da Bahia.

 

CONFIRA MAIS FOTOS AQUI