Notícias

Presidente da AMAB recebe comenda do TRE-Ba

A presidente da AMAB, juíza Nartir Weber, esteve entre as autoridades e personalidades homenageadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) por terem colaborado para o sucesso do último ciclo da revisão biométrica no estado. Ela recebeu a Comenda da Cidadania Desembargador Jatahy Fonseca, durante a “Sessão Solene Comemorativa ao Encerramento da Biometria na Bahia”, que aconteceu nesta última quinta-feira (12), na sede do órgão. Entre os presentes, o presidente do TJBA, Desembargador Lourival Trindade; do TRE-BA, Jatahy Júnior; o governador Ruy Costa; o presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Leal; o prefeito de Salvador, ACM Neto, e outras autoridades.

Nartir Weber agradeceu pela homenagem e destacou o trabalho desenvolvido pelo TRE baiano na modernização do sistema eleitoral, proporcionando maior comodidade aos cidadãos e mais eficiência aos pleitos.  Quarto maior eleitorado do país, com dez milhões de eleitores, a Bahia é o primeiro estado de grande porte a concluir o trabalho de biometria, e conta hoje com mais eleitores recadastrados do que os estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais.

O presidente do TRE-BA, desembargador Jatahy Júnior, ressaltou a importância da colaboração dos parceiros e afirmou que foram decisivos para colocar a Bahia em destaque no Brasil. “O êxito não teria sido obtido sem a participação direta e intensa de muita gente. Esse foi o momento ideal para agradecer e homenagear essas pessoas”, disse. Com a conclusão da revisão biométrica no estado, todos os municípios baianos já deverão realizar o próximo pleito municipal com identificação do eleitor por meio da impressão digital.

Comenda – A honraria, que leva o nome do Desembargador Edmilson Jatahy Fonseca, é concedida a personalidades do mundo jurídico e da sociedade em geral, que tenham se destacado na prestação de serviços em prol do cidadão. O magistrado ingressou na magistratura em 1965, através de concurso público, e sua elevação a desembargador ocorreu em 1982, pelo critério de merecimento. Foi vice-presidente e corregedor eleitoral do TRE-Ba, entre os anos de 1996 e 1998, e presidiu o Tribunal de Justiça do Estado (TJBA) no biênio 1998-2000. Ele faleceu em agosto de 2017.