Notícias

Webinário discutirá dignidade e inserção da pessoa surda

O estudo de Libras e a dignidade da pessoa surda no exercício de sua cidadania é o tema do webinário, que será realizado na próxima segunda feira, dia 26 de abril, pela Escola de Magistrados da Bahia – EMAB, da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB), e o Núcleo de Justiça Restaurativa de 2º Grau do TJBA. O evento, que será transmitido pelo YouTube, acontecerá das 18h às 20h, com tradução simultânea em Libras. Terá como expositores a juíza Carmelita Arruda de Miranda e os professores André Farias e Nilton Sá Damasceno.

Prestes a completar 19 anos de sua publicação, a Lei 10.436, de 24 de abril de 2002, reconhece a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como meio legal de comunicação no Brasil. Mas, a norma ainda encontra barreiras em sua efetividade, mesmo com as mudanças legais e as ações que buscam a inserção da pessoa surda na sociedade brasileira.

O webinário buscará discutir questões que envolvem as dificuldades de inserção da pessoa surda, a partir das experiências de um professor e líder Religioso, Nilton Sá Damasceno, que ultrapassou barreiras e tornou-se docente e liderança surda. Também serão abordados aspectos voltados ao mercado de trabalho e a importância do acesso à Libras, pelo professor André Farias, fundador da Escola de Gestão Inclusiva. A juíza Carmelita Arruda de Miranda, hoje na comarca de Alagoinhas, fará uma análise do tema em suas questões normativas e constitucionais, e mostrará sua experiência pela sua fluência na língua de sinais e pelo seu trabalho voluntário junto à comunidade surda.

A abertura do evento contará com a participação da coordenadora geral da EMAB e presidente do Comitê Gestor do Núcleo de Justiça Restaurativa de 2º Grau do TJBA, Desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus.

A participação é gratuita e será emitido certificado de 2h aos interessados, mediante solicitação específica por meio de formulário que será disponibilizado durante o evento.

Assista aqui