Notícias

Webinário promovido pela EMAB e NJR2 debate medidas educacionais em tempos de pandemia

 

Na manhã desta sexta-feira (25), foi promovido pela Escola dos Magistrados das Bahia – EMAB, em parceria com o Núcleo de Justiça Restaurativa de 2º Grau do TJBA (NJR2), mais um ciclo de webinários. Desta vez o tema discutido foi “Ensino em tempos de pandemia”. O evento buscou debater e analisar o impacto da COVID-19 no sistema de ensino, em especial na Bahia. As consequências geradas pelo isolamento social, causado pela pandemia na educação, foi o tema exposto pelos palestrantes. Como também as oportunidades de inovações implementadas e a capacidade do ensino virtual de atender às necessidades dos educandos, mestres e da família.

Iniciando o webinário, a Desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus, Presidente do NJR2 e Coordenadora Geral da EMAB, agradeceu a participação de todos e reforçou a importância do papel da EMAB no cenário educacional. “Precisamos desenvolver um trabalho junto a sociedade, dar um retorno as partes e fornecer conhecimento. Pretendemos criar grupos, centros de estudo para incentivar e envolver a sociedade. E a EMAB, tem a sensibilidade de realizar injunções, com o intuito de fazer essa interlocução”, afirmou.

Representando a Associação dos Magistrados da Bahia – AMAB, o   vice-presidente Alberto Raimundo Gomes, falou sobre a importância do evento e da reformulação da educação. “A educação globalizada, exige um cuidado maior com os jovens e crianças que precisam de preparo para esse novo conceito de educação. Pensar na difusão de um modelo de ensino e conhecimento que antes, era restrito”, afirma.

O juiz ainda fala que é necessário ter altivez e conhecimento suficiente para qualquer debate mundial. “Podemos imaginar um grande movimento educacional no pais após a pandemia”, concluiu.

O encontro virtual contou com a participação da representante da Secretaria Estadual da Educação do Estado da Bahia, Manuelita Falcão Brito, do representante da Secretário Municipal da Educação de Salvador, Frederico Wegelin, do Promotor de Justiça e membro do Grupo de Atuação Especial de Defesa da Educação (GEDUC), José Vicente Santos Lima, do Reitor da UNIRB, Carlos Joel Pereira,  e da presidente da Comissão de Educação Jurídica e da Comissão de Defesa da Autonomia Universitária da OAB/BA, Cinzia Barreto de Carvalho.